Brasileiro de Rotax começa hoje em Birigui

Brasileiro de Rotax começa hoje em Birigui

20180907-Rotax-Micro

Cerca de 100 kartistas disputam sete título de sete categorias no Speed Park

Após quatro dias de treinos livres começa hoje a programação oficial do Campeonato Brasileiro de Rotax no kartódromo de Birigui. Os organizadores esperam a participação de cerca de uma centena de competidores de vários Estados e até mesmo de pilotos de outros países da América do Sul. A agenda do torneio inclui provas para as categorias Max, Micro Max, Mini Max, Júnior Max, Max Masters, DD2 Sênior e DD2 Masters. O público tem entrada franca no Speed Park, que fica localizado no km 524 da rodovia Marechal Rondon (SP 300) no sentido interior-Capital.

Além do título de campeão em todas as provas também estão em jogo vagas no Rotax Max Challenge Grand Finals desta temporada, que acontece entre os dias 24 de novembro e 1ode dezembro no kartódromo de Conde, cidade que fica na região metropolitana de João Pessoa (PB).  As vagas em jogo são para as categorias Max, DD2 Sênior e DD2 Masters. Os campeões das categorias Rotax Max(a partir dos 15 anos), DD2 Sênior e DD2 Mastersgarantem vaga direta para a maior competição internacional de kart, que é o Rotax Max Challenge Grand Finals 2018. Além das três vagas diretas, a somatória do Campeonato Brasileiro com a Copa Rotax será determinante na decisão de mais cinco vagas para as classes Micro Max, Mini Max, Júnior Max, Max Masters e DD2 Masters.

Bia Figueiredo, que disputa a Stock Car, é incentivadora de Antonella Bassani (Divulgação)

Bia Figueiredo, que disputa a Stock Car, é incentivadora de Antonella Bassani (Divulgação)

A única representante feminina inscrita no campeonato é a catarinense Antonella Bassani, de 12 anos, vice-campeã brasileira em 2017, ano em que ficou em oitavo lugar entre os 35 adversários que enfrentou no Mundial disputado em Portugal. Antonella conta com o apadrinhamento de Bia Figueiredo, que atualmente disputa a Stock Car brasileira. Entre os inscritos algumas curiosidades a disputa entre familiares, como o caso de Munir e Michel Aboissa, pai e filho, que competem na categoria DD2 Masters e na qual Michel é o atual campeão brasileiro nas classes DD2 Masters e Max Masters Já na classe DD2 destaca-se a batalha entre os irmãos Leo e Rafael Reis, o primeiro campeão Sul-Americano. Entre os pilotos locais as atenções se voltam para Miguel Piovan Leonardi (Micro Max), Gabriel Crepaldi (Rotax Max), ambos de Birigui, e Tiago Barrancos, da vizinha Araçatuba.