Velocidade na Terra: Ricardo Basso conquista título brasileiro.

Velocidade na Terra: Ricardo Basso conquista título brasileiro.

Diogo Freitas e Galid Osman vencem os 200 Km de Cordeirópolis. Evento foi realizado no Autódromo Valdemar Fragnani

Ricardo Basso sagrou-se campeão brasileiro de Velocidade na Terra na categoria Super Fórmula Tubular no último final de semana, ao terminar a primeira prova da última etapa da temporada de 2015, realizada no Autódromo Valdemar Fragnani, em Cordeirópolis (SP) na sexta posição. A corrida foi vencida pelo também baiano Luiz Razia, vice-campeão da GP2 em 2012.

“Foi muito bom ter conseguido o título na última etapa do campeonato aqui em Cordeirópolis, em um final de semana com tantos pilotos conhecidos”, contou o tricampeão Basso, fazendo referência aos competidores que participaram dos tradicionais 200 Km de Cordeirópolis, corrida que encerrou a programação do final de semana no interior paulista.

Os pilotos da Bahia, um dos estados mais tradicionais nesta modalidade, dominaram completamente o Campeonato Brasileiro deste ano. Além do título de Basso, outros dois representantes baianos fecharam a lista dos três melhores da temporada: William Cancelier foi o segundo colocado, seguido por Diego Freitas.

200 Km de Cordeirópolis

Além da decisão do Campeonato Brasileiro e de provas das classes Turismo 1600 e Mini Fórmula Tubular, o fim de semana contou com os 200 Km de Cordeirópolis, corrida que contou com 42 carros, equipados com motor AP de 1.600 cilindradas, no grid, composto por pilotos das mais variadas categorias do esporte a motor nacional.

A prova foi um verdadeiro show de velocidade e derrapagens, uma das características das corridas em pista de terra. A vitória ficou com a dupla formada por Diogo Freitas e Galid Osman, que largaram da última fila e precisaram escalar o pelotão para triunfar no interior paulista. Competindo sem nenhum parceiro, Athus Birel terminou em segundo, enquanto Ricardo Basso e João Franciosi, pentacampeão do Rally dos Sertões, fecharam o grupo dos três melhores.

“Tivemos que ter muita força de vontade, mas não desistimos em hora nenhuma. Deu tudo certo na prova, a equipe trabalhou bem nas paradas e fomos ganhando posições”, comemorou Galid, que disputa regularmente o campeonato da Stock Car.

Além de Galid Osman e de Luiz Razia, outros nomes importantes pilotos do automobilismo brasileiro disputaram os 200 Km de Cordeirópolis. Entre eles estiveram Átila Abreu, atual vice-campeão brasileiro de Stock Car, Paulo Salustiano e Leandro Totti, dois dos postulantes ao título deste ano da Fórmula Truck.

Cleyton Pinteiro, presidente da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) e Amadeu Rodrigues, preparador e chefe da equipe Hot Car da Stock Car, estiveram no paddock do Autódromo Valdemar Fragnani ao lado de fãs do esporte a motor e da família Fragnani, proprietária da praça esportiva e responsável pela recepção aos convidados, pilotos e equipes.

Resultado final dos 200 Km de Cordeirópolis (cinco primeiros):
1º – Diogo Freitas/Galid Osman
2º – Arthur Birel
3º – João Franciosi/Ricardo Basso
4º – Kleber Taji/Renan Guerra
5º – Alexandre Garcia

Resultado final do Campeonato Brasileiro de Velocidade na Terra, categoria Super Fórmula Tubular:
1º – Ricardo Basso
2º – William Cancelier
3º – Diogo Freitas

Resultado final do Campeonato Brasileiro de Velocidade na Terra, categoria Turismo 1600:
1º – Lamartine Pinotti
2º – Rodrigo Freitas
3º – Diogo Lapenna