FASP apresenta novo monoposto no Congresso da SAE

DestaquesNotíciasFASP apresenta novo monoposto no Congresso da SAE
FASP apresenta novo monoposto no Congresso da SAE

FASP apresenta novo monoposto no Congresso da SAE

O Congresso 2017 da SAE-Brasil será palco de lançamento do RD Super Vee, criação de Ricardo Divila, engenheiro criador do Copersucar Fittipaldi e com currículo vitorioso em várias categorias do automobilismo internacional. A apresentação do novo monoposto será feita no espaço da exposição reservado à  Federação de Automobilismo de São Paulo (Fasp), onde também serão exibidos outros automóveis que participam da temporada paulista. O evento acontece no Magno Centro de Eventos, em São Paulo, entre os dias 7 e 9 e as inscrições podem ser feitas neste site. Segundo José Aloízio Cardozo Bastos, o presidente da Fasp, esta ação conjunta com a SAE Brasil faz parte de um novo ciclo de trabalho de entidade:

Cardozo Bastos quer incrementar relação entre automobilismo e a engenharia automotiva (Faspnet)

“Esse lançamento caracteriza uma nova fase no relacionamento entre o esporte, a SAE e toda a comunidade que enxerga o automobilismo como uma plataforma importante para desenvolver e aprimorar a indústria e os profissionais de engenharia que atuam no País”. Cardozo Bastos lembrou ainda que o presidente do Congresso 2017 da SAE-Brasil, João Carlos Pimentel, é um velho conhecido das pistas e foi figura importante do kartismo paulista em uma época que formou vários pilotos de renome, como Ayrton Senna e Maurizio Sala.

O novo RD Super Vee parte do modelo atual mas será equipado com motor do VW up! e vem complementar a demanda por um um nível superior em termos de desempenho em relação aos os monopostos usados atualmente na categoria Formula Vee, modelos que continuarão sendo fabricados e utilizados como porta de entrada para o automobilismo. O RD Super Vee foi pensado em garantir a essência da categoria, conforme explica Flávio Menezes, responsável pela promoção da especialidade:

F-Vee 1600 mantém carros e segue como porta de entrada (Cláudio Larangeira)

“O escopo do projeto que entregamos ao Ricardo Divila contemplava obter a melhor relação custo/benefício em um contexto de complementação à frota atual, oferecendo um novo degrau e garantir uma competição equilibrada. Além disso o projeto contempla nossa premissa básica de manter preço acessível ao piloto amador pois, afinal, este detalhe é o que faz a nossa categoria a mais popular do automobilismo mundial.”

Faspnet

 - 

Posts relacionados

Salvemos Interlagos!

Na próxima terça-feira, dia 21, os vereadores da Câmara Municipal de São Paulo irão votar a proposta de privatização do Autódromo José Carlos Pace apresentada pelo prefeito João Dória Júnior. A votação acontece sem qualquer audiência pública sobre o assunto e ignorando o rito necessário para o processo segundo as normas da casa; até o […]

Veja mais
CNK anuncia mudança nos motores dois tempos

A partir de 2018 todos os motores 125 cm³ e dois tempos deverão ter válvula de descompressão no cabeçote Conforme anunciado na última semana a Comissão Nacional de Kart, departamento da CBA responsável pela regulamentação e gerenciamento do kartismo nacional, se reuniu para definir as diretrizes e mudanças da modalidade para o ano de 2018. […]

Veja mais

Deixe seus comentários

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com **

12 + = 16

Onde Estamos