Fórmulas 1600 e Vee terão grid único

Fórmulas 1600 e Vee terão grid único

20190322-FASP-NOTA-Grid-UnicoFormulas.jog

FASP e categorias concordaram em solução por melhor espetáculo

Uma decisão tomada entre representantes das categorias F-1600, F-Vee, Interlagos Motor Clube e da Federação de Automobilismo de São Paulo (FASP), definiu que as duas categorias de monopostos serão reunidas em um mesmo grid, porém mantendo provas de classificação e resultado de campeonatos em separado. A medida vai vigorar a partir da próxima etapa do Campeonato Paulista, marcada para os dias 20 e 21 de abril, em Interlagos. Segundo o presidente da FASP, José Aloízio Cardozo Bastos, a mudança será benéfica para todos:

“Além de mostrar o espírito de cooperação dos pilotos e preparadores, a junção dessas duas categorias de monopostos vai proporcionar um espetáculo mais emocionante e um grid muito mais consistente, além de acelerar o aprendizado dos pilotos nessas categorias de base já que teremos mais concorrentes na pista.”

Flávio Menezes e Renato Marlia, dois dos representantes das categorias F-Vee e F-1600, respectivamente, que estiveram na reunião concordaram com a unificação e acreditam que a medida vai beneficiar a todos os envolvidos.

Clemente:  (fvee.com.br)

Menezes, diretor da F-Vee: “Essa união vai aumentar o grid e oferecer melhor espetáculo”(fvee.com.br)

Menezes, diretor esportivo da F-Vee, lembrou que o desempenho semelhante dos dois monopostos é um fator catalisador para essa decisão:

“Como os dois carros tem praticamente o mesmo desempenho, não vejo nenhum problema nessa união. Isso aumenta o grid, oferece um espetáculo melhor e já vimos outras categorias que largam juntas sem qualquer problema.”

De fato, os tempos anotados na primeira rodada da temporada 2019 do Campeonato Paulista das duas categorias mostram equilíbrio entre a F-Vee e a F-1600, que usam equipamento bastante semelhante: a primeira utiliza o motor VW EA-111 e a segunda o Ford Rocam 1.6 enquanto os chassis têm praticamente as mesmas características e dimensões. No início do ano o melhor tempo de largada para a F-Vee foi de 2”00”471, assinalado por Augusto Santin, enquanto Lélio Assumpção marcou 2’00 151 para garantir a pole position para a primeira bateria da F-1600.

Marlia, chefe de equioe da 1600: " (Divulgação Cara Competition)

Marlia, chefe de equioe da 1600: “Será muito bom ter grid mais numeroso” (Divulgação Gara Competition)

Renato Marlia, que tem sua própria equipe, concorda com Menezes e e vai além:

“Será muito bom montar esse grid mais numeroso. Vamos treinar e correr juntos e classificar em separado. Igualmente importante será criar uma forma de diferenciar as categorias, já que os carros são muito parecidos.”

De acordo com Marcos Ramaciotti (presidente do Conselho Técnico Desportivo Paulista), as duas categorias vão treinar e correr juntas “e só serão separadas para a prova de classificação e no resultado das corridas e de campeonato”. Cláudio Vieira, presidente do Interlagos Motor Clube e um dos incentivadores da união das duas fórmulas, lembra que os carros deverão ganhar detalhes que facilitem a identificação por parte do público e dos comissários desportivos:

“Estamos considerando usar uma cor específica para o topo do santantônio e um protocolo de numeração onde uma categoria teria, por exemplo, o espaço do numeral com fundo branco e o número em preto e a outra o fundo preto com os números em branco.”