Marinho é homenageado em Presidente Prudente

Marinho é homenageado em Presidente Prudente

Neste final de semana, ocorreu no IBC Centro de Eventos a 10ª Exposição de Veículos Antigos de Presidente Prudente. Na ocasião, o Automóvel Clube local homenageou o “eterno senhor das pistas” Mário César de Camargo Filho (Marinho), um dos precursores do automobilismo no Brasil e símbolo da DKW-Vemag – primeira equipe brasileira oficial de uma fábrica.

Aos 74 anos e mais de quatro décadas depois de deixar as pistas, o ex-piloto se emocionou ao receber o troféu alusivo aos 50 anos do Automóvel Clube de Presidente Prudente, com uma réplica de seu Malzoni GT (1965). “Quero agradecer muito a Presidente Prudente pelo reconhecimento que me abalou muito. Eu agradeço muito por lembrar que a gente existiu. Estou muito emocionado, pois não esperava nada disso. Nunca recebi uma homenagem como essa. Quero parabenizar o povo de Presidente Prudente e agradecer muito a eles”, discursou.

“Estou surpreso e contente com tudo isso que fizeram para mim. Faço parte de um automobilismo muito antigo. Foi no começo da indústria automobilística. Fui o primeiro piloto a correr com um carro fabricado no Brasil. Estou muito contente, surpreso aqui em Presidente Prudente. Surpreso com tudo o que estou vendo aqui. Esta acolhida esportiva e pessoal, não sei como agradecer. Agradeço a Deus”, frisou um emocionado Marinho após a homenagem.

De acordo com o presidente do Automóvel Clube de Presidente Prudente, Ricardo Ferron, a ideia surgiu após uma reunião de diretoria. “Pessoalmente gosto de carros DKW e é impossível quem tenha um não conhecer o Marinho. Fui pesquisando mais e descobri a grandeza dele para o automobilismo. Ele foi um dos precursores do automobilismo no Brasil, entre alguns outros nomes como Bird Clemente, Emilio Zambello, Chiquinho Lameirão. E o marinho era uma pessoa que tinha uma maneira de pilotar única. E quanto mais pesquisávamos, mais víamos a importância dele”, destacou.

“Ele disse que nunca recebeu uma homenagem somente para ele dessa grandeza. Esse foi o maior presente que ele já recebeu. Fiquei muito feliz dele afirmar isso hoje. A nossa comemoração de 50 anos do Automóvel Clube se reverteu em um presente para o Marinho, que serviu de inspiração para a geração que veio depois, como Emerson Fittipaldi, que tinha o Marinho como um ídolo”, comemorou.

O ex-presidente do Automóvel Clube José Gilberto Molina ressaltou a importância do resgate da cultura em geral, tanto da homenagem para Marinho, como a exposição dos veículos antigos. “A homenagem para quem no automobilismo fez muitas coisas. Além do que, para nós tudo é um resgate da cultura. Como resgatar? Lembrando das pessoas, dos automóveis. Da história e de tudo aquilo que veio evoluindo, desde a carruagem que recebeu um motor, depois as formas, carros elétricos, design”, pontuou.

Exposição

A 10ª Exposição de Veículos Antigos de Presidente Prudente aconteceu neste sábado (24) e domingo (25) no IBC Centro de Eventos. O encontro contou com a inscrição de cerca de 250 veículos antigos. De acordo com a organização aproximadamente 400 veículos passaram pelo local.

“Acho que conseguimos superar nossos objetivos. Foi um sucesso de modo geral. Tanto no comércio de pulgas, de todos os parceiros que puderam proporcionar momentos agradáveis e os próprios antigomobilistas. Todo mundo vai para casa com uma bela lembrança deste evento”, analisou o presidente do Automóvel Clube, Ricardo Ferron.

Entre os automóveis estavam relíquias como o Ford Phaeton de 1928, ainda sem restaurar, mas em perfeito funcionamento. “Passei alguns anos reformando a parte mecânica e sua documentação. Agora passaremos a recuperá-lo”, destacou Molina.

Além disso, estavam na exposição um Ford Maverick de 1977, com motor V8 302; um Maverick Super Luxo de 1976, com motor V8; um Ford Phaeton americano de 1929, com motor 4cc; um Ford Chimbica de 1928; e um Ford F1 de 1951, entre dezenas de outras relíquias.

mayconmorano@gmail.com