Torneio Interlagos: Pai e filho defendem liderança

Torneio Interlagos: Pai e filho defendem liderança

Mini Cooper da família Husek tem rivais de alto desempenho (Edison Guerra Sênior)

Renato e Gustavo Husek lideram classificação na categoria Modernos com Mini Cooper

O Torneio de Regularidade Interlagos é uma das categorias que compõem o programa de várias etapas do Campeonato Paulista de Velocidade disputado no Autódromo de Interlagos. A especialidade criada pelo ex-piloto Jan Balder reúne competidores e automóveis de várias gerações, entre eles a dupla formada por Renato e Gustavo Husek. O grande diferencial desse time é que piloto e navegador são, respectivamente, pai e filho: eles venceram duas das três etapas disputadas este ano e preparam-se para defender a liderança da categoria Modernos a bordo do Mini Cooper #11 (foto de abertura/Edison Guerra Sênior).

Torneio Interlagos de Regularidade reúne automóveis Clássicos e Modernos em Interlagos (Edison Guerra Sênior)

Torneio Interlagos de Regularidade reúne automóveis Clássicos e Modernos em Interlagos (Edison Guerra Sênior)

Renato, que atua na área de peças de reposição para automóveis, já participou de algumas provas de kart indoor e foi incentivado a participar do Torneio pelo amigo Rodrigo, com quem esteou na especialidade no ano passado. Rodrigo tem ligações de família com Antônio Carlos Oliveira, restaurador de clássicos e um dos auxiliares de Balder na organização do rally. A escolha do seu navegador para 2019 foi uma decisão doméstica, como explica Renato:

“Sou apaixonado por carros desde pequeno e quando decidi me inscrever na temporada deste ano convidei Gustavo, meu filho de oito anos, para ser meu navegador. Ganhamos a primeira e ele agora faz questão de participar em todas as etapas. A competição é focada na regularidade e não na velocidade, por isso não há problemas de levar o Gustavo como meu co-piloto.”

Apesar da pouca idade Gustavo leva a sério a sua função e usa com perfeição os dois cronômetros que a dupla utiliza nas provas: na última etapa pai e filho conseguiram zerar 11 vezes durante as 17 voltas completadas.

“Percebo que ele está realmente preocupado com o tempo e entende que é a ideia do rally não é somente velocidade e ultrapassagens”, comenta Renato, que não esconde a preocupação de em breve ver o filho optar pelo kart. “Só espero poder pagar…”, completa Renato.

Mini Cooper 1.6 foi escolhido por Renato Husek e aprovado pelo filho Gustavo Edison Guerra Sênior)

Mini Cooper 1.6 foi escolhido por Renato Husek e aprovado pelo filho Gustavo Edison Guerra Sênior)

A dupla usa o carro de rua de Renato, um Mini Cooper 1.6 S 2013, “um carro bom de andar na rua e que anda bem também no Rally” e que foi aprovado por toda a família, inclusive Gustavo…